BrasilCaso Flordelis: investigações mostram detalhes do crime que chocou o país em...

Caso Flordelis: investigações mostram detalhes do crime que chocou o país em 2019

Crime começa a ser julgado

A ex-deputada federal e pastora Flordelis dos Santos de Souza começará a ser julgada nesta segunda-feira (07/11). A informação é do jornal Extra, do Rio de Janeiro, que também revelou alguns detalhes das investigações.

Flordelis é acusada de ter ordenado o assassinato do marido, o também pastor Anderson do Carmo. Ele foi morto a tiros na garagem da casa da família, em Niterói (RJ), em junho de 2019.

Publicidade
Julgamento de Flordelis começa nesta segunda-feira (7)
Julgamento de Flordelis começa nesta segunda-feira (7)/ Créditos: CNN Brasil

Além de Flordelis, serão julgados ainda três filhos e uma neta dela. Cada qual dessas pessoas é acusada de maneiras diversas de participação no crime.

O que chama a atenção para o caso desde que o crime ficou conhecido seria a “face oculta” da família. A família de Flordelis e de seu ex-marido assassinado chegou a reunir 55 filhos. Além dos biológicos, havia vários filhos adotivos e afetivos nesse mesmo núcleo. Contudo, havia uma certa hierarquia entre esses filhos, com relação a questões como acesso à casa da família e na direção da igreja.

Além disso, a investigação do caso chama a atenção para relações sexuais incestuosas, casos de abuso e tentativas de envenenamento, entre outras denúncias. O grupo, segundo detalhes das investigações revelados pelo Extra, tinha “rituais de purificação” nos quais havia, dentre outras coisas, relações sexuais.

Publicidade

Enfim, ao longo do julgamento é provável que vários outros detalhes venham à tona. Abaixo, alguns que foram revelados em matéria d’o Extra.

Flordelis realizava rituais de purificação baseados em submissão sexual

Um dos detalhes mais bizarros das investigações se refere a uma espécie de ritual de purificação, envolvendo sexo. Uma testemunha que morou na casa durante cinco anos, no fim dos anos 90, contou o caso.

Ela afirmou considerar que participava de uma verdadeira seita, conforme explicou. A testemunha disse aos investigadores da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo que ao chegar na casa de Flordelis teve que fazer um “ritual de purificação”. Nele, foi obrigado a ficar isolado em um quarto durante sete dias. Durante esse tempo, tinha de vestir roupas brancas e alimentava-se apenas de arroz e legumes.

Filhos e neta de Flordelis vão a júri por assassinato de pastor em 2019
Créditos: Correio Braziliense

No depoimento, disse que depois de alguns dias a própria Flordelis foi até o quarto onde estava e fizeram sexo.

Publicidade

No depoimento, o homem diz que “aquilo lhe causou um efeito como se fosse mágico, pois considerava que havia tido relações praticamente com um ser divino, pois era assim que Flordelis se apresentava”.

Publicidade

Noutro ritual desse tipo, uma testemunha conta que o pastor Anderson, que foi assassinado em 2018, teria ficado nu no centro de um círculo de giz desenhado no chão. Durante isso,  Flordelis então iniciou uma espécie de reza ou mantra, no qual oferecia Anderson como oferenda.

Denúncias de abusos sexuais

Duas netas e uma filha da ex-deputada afirmaram ter sido vítimas do pastor Anderson. Elas falaram isso em entrevista exclusiva ao GLOBO, em maio deste ano.

Uma delas disse ter sido estuprada por Anderson há cerca de cinco anos. Isso teria acontecido quando ainda era menor de idade, segundo denúncia. A jovem relatou que, certo dia, acordou com o avô tocando suas partes íntimas.

Hierarquia entre irmãos

O inquérito sobre a morte do pastor Anderson revelou que haveria uma espécie de hierarquia entre os irmãos. Quatro filhos adotivos de Flordelis, Luan Santos, Roberta Santos, Kelly dos Santos e Daiane Freires, contaram sobre o sistema.

Eles contaram que os filhos adotivos não eram tratados da mesma forma que os biológicos. Segundo Luan, um dos adotados, Simone dos Santos, filha biológica só de Flordelis, era uma das que mais tinham privilégios.

As últimas notícias do caso Flordelis: Veja tudo o que se sabe até agora
Flordelis e o pastor Anderson/ Créditos: Catraca Livre

Luan disse que, enquanto havia uma geladeira “pública” para todos da casa, Simone, além de Flordelis e Anderson, desfrutava de despensa separada em seus quartos.

As regras da casa, além de acesso a presentes ou mesmo contato com pais adotivos era desigual.

O que a defesa de Flordelis diz

Segundo o UOL, o advogado de defesa da ex-deputada alega que tais detalhes escandalosos foram acrescentados somente de forma a desacreditar sua cliente. No caso, a ideia seria incluir no processo detalhes que nada têm a ver com o crime.

Publicidade

Matérias Relacionadas

Governador do Amazonas viraliza após dizer que Jeff Bezos precisa pagar pelo uso da marca Amazon

O governador do estado do Amazonas, Wilson Lima (União), disse na quarta-feira (29) que...

Risco de afundamento na mina da Braskem em Maceió causa evacuação em hospital

A Prefeitura de Maceió anunciou na quarta-feira (29) estado de emergência devido ao risco...

Toffoli diz que prisão de Lula foi ‘maior erro judiciário da história do país’

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli declarou inválidas todas as provas...